quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Proerd

O PROERD tem por base, o projeto D. A. R. E. (Drug Abuse Resistance Education) criado em Los Angeles nos Estados Unidos em 1983. Chegou ao Brasil em 1992, através da PM do Rio de Janeiro e em 1993 foi desenvolvido também no Estado de São Paulo. Desde 2002, o programa está presente em todos os Estados do Brasil. Hoje o programa está em mais 58 países.
De caráter social e preventivo, o programa é posto em prática pela Polícia Militar, junto aos alunos de 4ª e 6ª séries (5º e 7º ano) e aos pais.
O programa é um fator de proteção para a valorização da vida e consiste numa ação conjunta entre a Policia Militar, a Escola e a Família, contribuindo, assim, para a construção de uma sociedade mais saudável e feliz.
As aulas a serem ministradas estão organizadas no livro do estudante, em 10 (dez) lições de em média quarenta e cinco minutos de duração. O módulo destinado aos pais conta com cinco aulas. Além do livro do estudante a criança recebe um “kit” de comunicação visual composto de 01 (uma) camiseta e 01 (um) boné com a logomarca do programa, os quais serão distribuídos no dia da Formatura, juntamente com um certificado de conclusão do curso, quando o aluno formando presta o compromisso diante da Polícia, da Escola e da Família de resistir às drogas e à violência.
Para participar do programa, a escola só precisará mostrar interesse, se cadastrar junto a Coordenação no 2º BPM, localizado no Bairro Barra de Itaipé ou via e-mail proerd.2bpm@yahoo.com.br, além de disponibilizar um horário semanal para o Instrutor Proerd ministrar as aulas.
Quanto aos alunos, para participar da formatura e receber o certificado, precisa:
-Preencher corretamente o livro do estudante.
-Frequentar as aulas (no máximo duas faltas justificadas).
-Comporta-se bem durante as aulas, respeitando os combinando PROERD.
-Escrever uma redação para a formatura, mostrando os novos conhecimentos para os outros estudantes, amigos e familiares.
-Manter-se longe das drogas.

Decisões

É muito fácil tomar decisões sábias, com menor chance de errar e o Proerd dá algumas digas com um modelo de tomada de decisões. Assim, os alunos poderão ter mais segurança na hora de decidir quando não tem o auxilio dos pais.
Para qualquer decisão, primeiro deve-se identificar o problema, o assunto sobre o qual terá que decidir. Para toda decisão devemos verificar quais as opções que temos, e qual as conseqüências de cada uma delas. Uma vez que identificamos o assunto e sabemos quais as opções e suas conseqüências, o próximo passo é verificar qual é a melhor alternativa, a que não trará prejuízo para nós e/ou para os outros e escolhemos a melhor opção.
Por fim, analisamos se realmente foi à melhor escolha, se foi uma escolha responsável, respeitosa, realista e se a faríamos novamente no futuro. Se a resposta for sim, é bem provável que a decisão que tomamos foi sábia.

Escolhendo nossos amigos

Escolher amigos não é nada fácil, mas não devemos confundir amigos com colegas. Colegas são aquelas pessoas com quem falamos, nos encontramos por fazer atividades em comuns, como colegas de escolas, de futebol, etc. Porém elas não participam de nossa intimidade.
Já os amigos são pessoas em quem confianmos, com quem nos sentimos seguros para dividir nossa intimidade. São pessoas com quem podemos contar tanto nos momentos bons quanto ruins.
Por isso mesmo, por ter nossa confiança é que devemos ter cuidado ao escolhermos nossos amigos. É preciso escolher bem. Precisam ser pessoas que não estão envolvidas com coisas ruins, como crimes, violência, drogas, etc. As melhores pessoas para nos dá essas informações, são nossos pais, pois eles têm mais conhecimento do que as crianças.
Assim, sempre que arranjamos um amiguinho novo, precisamos falar com nossos pais, para que eles nos dêem mais informações e nos orientes.

Direitos e deveres das Crianças e Adolecentes

Os direitos e deveres das Crianças e Adolecentes estão no ECA - Estatuto da Criança e Adolecentes Lei 8.069/90.O ECA descreve criança como pessoa de até 12 anos incompletos e Adolecentes como pessoa de 12 até 18 anos incompletos.

Direitos ---------------------Deveres
À vida_________________Respeitar sua vida e a vida alheia;
À saúde________________Cuidar da própria saúde;
À educação_____________Contribuir para aprender;
Ao esporte______________Práticar esportes saudável;
Ao respeito_____________Respeitar a si e aos outros;
À convivência familiar_____Contribuir para a harmonia da familiar.

Responsabilidades
Social------------------------ Legal
Ser honesto ______________Respeitar Leis de Trânsito;
Ser prestativo____________Respeitar privacidade alheia;
Ser educado _____________Respeitar normas escolares

Fique vivo




...


...

...

...

Combinados Proerd



01- Seja positivo e respeitoso com todos;
02- Levante a mão e aguarde ser chamado para que só uma pessoa fale de cada vez;
03- Responda apenas as perguntas que não lhe deixe envergonhado;
04- Use a expressão “alguém que conheço” substituindo o nome de uma pessoa quando contar um caso;
05- Observe e atenda o sinal de silêncio do Instrutor Proerd.

Fonte: Cartinha Proerd 4ªsérie/5º ano. 2003

...

...

...

Drogas



Drogas lícitas são aquelas com venda permitida no país. Entre elas estão principalmente o Cigarro e o Álcool.

O Cigarro

O cigarro que antes era sinal de status hoje é “fora de moda”, embora continue sendo um dos produtos de consumo mais vendidos no mundo, ele é também o produto de consumo que mais mata.
Mata mais até do que a malária, a varíola e a AIDS juntas. Só no Brasil morre por ano 200.000 pessoas.
Os fumantes costumam ter mau hálito, chiasso, tosse, cabelo e roupas com cheiro de cigarro, dentes e dedos amarelados, resfriados freqüentes, diminuição dos sentidos do olfato e do paladar, fôlego curto e surto de asmas. Caso o fumo seja mascado pode ainda, ter sangramento da gengiva, feridas e sangramento na boca, além de lábios rachados.
Entre os vários problemas de saúde que o cigarro pode causar, encontra-se o câncer de pulmão, de boca, de bexiga, de garganta, de rim e de pâncreas. Causa doenças cardíacas e cardiovasculares e bronquite crônica. O cigarro também causa dependência. Isso porque o cigarro contém nicotina, uma poderosa substância nociva.
Prejudica também o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes que tem contato com o cigarro, ou fumam. Só na fumaça do cigarro contém mais de 4.700 substâncias tóxicas. Portanto caso você leitor, seja pai, mãe, responsável, ou qualquer adulto fumante, pense bem o que está fazendo com sua família, ao fumar perto deles.
Vale lembrar, que a Lei de nosso país proíbe a venda de cigarro, tabaco, ou derivados do fumo a menores de 18 anos. Também é proibido o uso em locais públicos, assim como em escolas, cinemas, teatros, museus, bibliotecas e em locais fechados destinados a esportes.
Também são proibidas as propagandas sobre o cigarro dirigidas a crianças ou que use animais nas campanhas. Além disso, deve haver advertência sobre os perigos para a saúde nas carteiras de cigarro e nas publicidades, como já podemos observar.
Para parar de fumar, primeiramente o fumante precisa querer e esta motivado a parar de fumar, procurar ajuda em centro de tratamentos e após cinco a dez anos sem fumar, o fumante volta a ter as mesmas possibilidades de adquirir doenças provocadas pelo cigarro como qualquer outra pessoa que não fuma.

Bebidas alcoólicas

A bebida alcoólica pode ser considerada como a droga mais vendida no planeta. O alcoolismo dela decorrente é um sério problema de saúde pública mundial. Sua ingestão leva à perdade coordenação motora e de raciocínio. Comumente tem reflexos lentos e perda de memória recente ou até mesmo apagões e até coma alcóolico.
Segundo pesquisas recebntes, o consumo de álcool por adolecentes, afeta também as regiões responsáveis por habilidades como memória, aprendizado, autocontrole e principalmente a motivação.
O álcool prejudica todo o organismo, pois é absorvido diretamente pela corrente sanguínea, podendo aumentar o risco de várias doenças fatais como o cêncer.
O uso continuo, pode levar a incapacidade de controlar a bebida, tornado a pessoa um dependente.
A pessoa que tem problemas com bebidas, pode ser identificado por sintomas como: fica bebado com frequência, tem ressaca constante, acha que a bebida é necessário para se divertir, tem apagões (black-out, esquece o que fez enquanto bebia), começa a ter problemas na escola e com a lei, sente-se enfraquecido, deprimido.
Segundo a Organização Mundial de Saúde, em 2007, morreram 35 mil pessoas em acidentes de autómoveis relacionados com o uso de bebidas alcóolicas. A Lei Seca, proibe a condução de veículos por pessoas que tenha bebido.
É proibido também, a venda de bebidas alcóolicas a menores de 18 anos.
19 milhões de brasileiros são dependentes de álcool. Pesquisas apontam que 40% dos problemas domésticos são causado por bebidas.

...

Drogas Ilícitas


São aquelas com vendas proibidas em nosso país.
Só para citar algumas, entre alas estão: a Maconha, a Cocaína, o Ecstasy, os Inalantes ou solvente.

...

Maconha


Maconha (Cannabis Sativa)
Os efeitos da maconha são relativos, variando de pessoa para pessoa. Em algumas pode causar euforia e em outras angústias. Ela afeta principalmente o cérebro, podendo o usuário ter perda de memória recente, perda da concentração, perda da noção do tempo e espaço, diminuição na capacidade de calcular e reflexos lentos.
O uso contínuo pode causar distúrbios psicológicos como depressão, ansiedade e até síndrome do pânico (medo exagerado e descontrolado)
Estatísticas revelam que 7.6% da população já experimentou, e 1,1% da faz o uso constate da maconha.

...

Cocaína

Cocaína – É extraída das folhas do arbusto da coca (Erythroxylon coca), e normalmente se apresenta sob forma de pó. O modo mais comum do uso da droga é pela aspiração. Tem aspecto de um pó branco e cristalino.
Os primeiros efeitos são elevação de auto-estima e de poder, seguidos de cansaço, insônia e perda de apetite. Outros efeitos que podem ocorrer ou não após uma única dose, são: Arritimias cardiacas com complicação possivelmente fatal, AVC (acidente vascular cerebral, o mesmo que "derrame cerebral"), outras hemorragias cerebrais, necrose (morte celular), insuficiência renal e cardíaca, entre outros.
Além dos efeitos citados, em altas doses a cocaína causa convulsões e depressão neuronal. Pode ainda, ocorrer alucinações, paranóia (geralmente reversível), taquicardia, depressão vasomotora, e até mesmo coma e morte.
A overdose (super dose), normalmente impércebível pelo usuário devido a seu estado são rapidamente fatais. Os sintomas são: convulsões epilépticas, arritmias cardíacas, e depressão respiratória com asfixia (sufocamento). Caso a morte não ocorra em até 3 horas após o início dos sintomas, é possível que o usuário se recumpere.
A longo prazo o consumo de cocaína pode provocar perda de memória, perda da capacidade de concentração mental e da capacidade de análise, falta de ar permanente, com trauma pulmonar e dores torácicas, perda de peso cegando a níveis de desnutrição, dores de cabeça, desmaios, sensação de formigamento no corpo e inalada provoca ainda a destruição total do septo nasal (é uma parede no interior do nariz que divide em
Causa também perda de tecido cerebral e danos a inteligência. Também gera tolerância, assim o usuário precisa usar doses cada vez maiores para sentir os efeitos novamente.
Conforme estatísticas em média 40% dos usuários se tornam dependentes, e, 2% dos jovens brasileiros já experimentaram a cocaína.

Ecstasy

Ecstasy (metilenodioximetanfetamina (MDMA)) é uma droga feita em laboratório e que demora de 30 a 60 minutos para surtir efeito. Seus efeitos são mais rápidos do que os de outras drogas, assim quando a pessoa pensa que os efeitos estão começando, é possível que na verdade os efeitos estejam muito próximos do pico e dura por cerca de três a quatro horas, podendo ter duração de até seis horas.
As sensações imediatas são de euforia e perda de inibições. Pode causar náuseas, desidratação, hipertermia (temperatura elevada do corpo), hiponatrémia. Sintomas estes comurmente ignorado pelos usuários, podendo ocasionar exaustão, convulsões e até mesmo a morte.
O uso frequente pode ter perda de memória parcial porém, caso a pessoa pare de usar, essa perda é reversível,
Nos dias seguintes ao uso, a pessoa pode ter frequentes variações de humor, períodos depressivos.
A mistura do ecstasy com outras substâncias é ainda mais prejudicial à saúde. Se o usuário ingerido com bebidas alcoólicas por exemplo, pode ter um choque cardiorrespiratório levando a morte.
Como acontece com todas as outras drogas, o usuário ecstasy fica "acostumado" com a dose ingerida, é necessário aumentar-la cada vez mais para sentir os efeitos.
Ainda não tem estatísticas sobre o uso entre os jovens brasileiros.

Inalantes ou Solventes

Inalantes ou Solventes (acetona, cola de sapateiro e lança perfume)

Os inalantes afetam o coração e pode também levar a morte súbita. Provoca tontura, formigamento dos membros e zunido no ouvido. Além disso, pode provocar depressão grave, feridas no nariz, enjôos sangramentos nasais, desgastes muscular, problemas pulmonares e renais.
Principalmente o lança perfume, é muito usado em festas de largo como carnaval e micaretas. Vale lembrar que os inalantes podem matar na primeira vez de uso. Segundo estatísticas, cerca de 14% dos jovens já experimentou.

Espaço para Novas Postagens I

Espaço para Novas Postagens II

Espaço para Novas Postagens III

Escolas






Escolas - Q. Turmas - Ano e Turno - Bairro - Quant. Alunos
Grupo Escolar P. Paulo Freire, 3, 5º Mat., Teotônio Vilela - 104
Colégio Estadual de Ilhéus, 2 , 7º Mat., Malhado - 76
Escola Odete Salma Medauar - 2, 5º Mat. Malhado - 88
Escola Rotary R. L. da Silveira - 2 , 7º Mat. Barra de Itaipé - 59
Escola Estadual Barra de Itaipé - 1, 5º Mat. Barra de Itaipé - 34
Escola Municipal Temístocles Andrade - 1, 5º Vesp. Teotônio Vilela - 34
Colégio E. P. Fábio Araripe Goulart - 2, 7º Vesp. Teotônio Vilela - 72
Escola Odete Salma Medauar - 2, 5º Vesp. Malhado - 49
Escola Pinóquio - 1, 5º Vesp. Malhado - 33
Escola Rotary R. L. da Silveira - 2, 7º Vesp. Barra de Itaipé - 56
Instituto Municipal de Ensino - 5, 7º Vesp. Centro - 179
Escola Estadual Barra de Itaipé - 1, 5º Vesp. Barra de Itaipé - 31
Escola M. Marianne Éckes - 1, 5º Mat. Jardim Savóia - 33
Centro Comunitário do Iguape - 2, 5º Mat. Iguape - 48
Centro Comunitário do Iguape - 2, 5º Vesp. Iguape - 47
TOTAL
29 Turmas
943 Alunos
16 Turmas de 5º e 13 de 7º Ano

Colégio Estadual de Ilhéus

Produção da 6ª Série/7º Ano do Colégio Estadual de Ilhéus – Policial Proerd Verônica
6ª Série A


Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série B

Inalantes
Os inalantes são um tipo de droga pouco vista. Os inalantes apresentam-se como: solventes orgânicos, nitratos, aerosóis, cola, cola de sapateiro, gasolina, fluido de isqueiro, tintas, spray de cabelo, lança-perfume, acetona.

Aqui estão alguns efeitos:
- Afeta o coração;
- Afetam outras partes do corpo;
- O uso de inalantes pode causar feridas, etc.
Os inalantes podem matar a pessoa logo no primeiro uso. Produtos químicos, como nitrato de amila isobeitila e óxido nitroso são vendidos em boates e shows.
A grande maioria dos jovens não experimentou inalantes. De acordo com pesquisas, 96% nunca experimentaram inalantes.

Texto escrito por Bruno, Gabriela, Layse e Gabriel, alunos da 6ª Série B

Álcool
O álcool geralmente aparece em cervejas, gim, uísque, tequila, vinho, conhaque, champagne, rum, cachaça, vodka e etc.
O álcool causa perda da coordenação motora e do raciocínio.
Em 2007 35 mil pessoas morreram em acidentes envolvidos com álcool.
O uso habitual pode levar á incapacidade, perda de memória, cirrose, danos ao coração e ao sistema nervoso central, impotência sexual e fanho de peso.
É ilegal vender bebidas alcoólicas os menores de 18 anos, da multa e cadeia.
Misturar álcool com medicamentos ou drogas é perigoso e leva a morte acidental.
Para identificar se uma pessoa tem problemas com esse tipo de droga fica ligado nos seguintes avisos:
-Fica bêbado frequentemente;
-Mentir sobre a quantidade de álcool que bebeu;
-Acreditar que álcool é necessário para diversão e etc.
Álcool é sério, não beba, pois álcool é uma droga.


Texto escrito por Carolina Souza dos Santos, aluna da 6ª B



Tabaco: Efeitos do cigarro sobre a saúde

Tabaco: Efeitos do cigarro sobre a saúdeComo vimos e reparamos, nos capítulos, nas páginas da cartilha PROERD e em outros livros, o cigarro é uma das coisas que faz mal a nossa saúde e nossos pulmões. Também pode causar sérios riscos como doenças cardíacas e cardiovasculares.
Assim, sabemos também que o cigarro – tabaco faz mal não só a quem fuma, mas quem respira a fumaça que vem dos cigarros.
Recomendações sobre o uso do cigarro:
- Proibido vender cigarro para menores de 18 anos;
- Não deixar os cigarros em locais baixos e nem na vista de crianças;
- Proibido fumar perto de crianças pequenas para elas não poderem sentir o cheio do cigarro que os outros fumam;
- E se for fumar nunca fume duas ou três carteiras de cigarros por dia. Evite o consumo de cigarros e bebidas (...), pois isso pode prejudicar ainda mais a sua saúde e os seus pulmões e os cigarros podem deixar seus dentes amarelos, podres, com mal hálito, e o nosso fôlegos podem ficar bem curto.

Texto de Jessica, Luciana, Luana, Helizamerie e Bruna da 6º B
2./11/2009

OBSERVAÇÕES: As recomendações são os que as alunas acham que as pessoas deveriam observar, além das demais que versa as boas maneiras.

Escola Rotary R. L. da Silveira

Produção da 6ª Série/7º Ano da Escola Rotary R. L. da Silveira – Policial Proerd Verônica
6ª Série A


Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

Colégio E. P. Fábio Araripe Goulart

Produção da 6ª Série/7º Ano do Colégio E. P. Fábio Araripe Goulart – Policial Proerd Cátia

6ª Série A

Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

Instituto Municipal de Ensino

Produção da 6ª Série/7º Ano do Instituto Municipal de Ensino – Policial Proerd Cátia


Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série C

Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série D

Desculpe, ainda não temos produções.

6ª Série E

Desculpe, ainda não temos produções.

Grupo Escolar P. Paulo Freire

Produção da 4ª Série/5º Ano Grupo Escolar P. Paulo Freire – Policial Proerd Sd Verônica
4ª Série A

4ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

4ª Série C

"Aprendi que o cigarro e as bebidas alcoólicas trás problemas no futuro e para a família. Tomamos essa decisão de não usar drogas, porque a gente não quer ter problemas [...]."
Laísa Santos Neves

"Oi, o meu nome é Wandas. Queria dizer que eu gostei muito dele (do Proerd), nos ensina a não fumar, não usar drogas e também a não beber e não ir pelos outros."

Wandas Alves Rocha


"[...] eu aprendi muita coisa: que não pode fumar maconha e muitas outras...eu gostei muito [...]."

Beatriz

"Eu aprendi que não pode fumar, pois causa doenças, e também não fumar maconha..."

Paulo César Vieira dos Santos Júnior.


"Eu gostei de muitas coisas do Proerd, por que ele é muito interessante, e também, ele ajuda a gente, a saber, o quanto as drogas nos prejudica, a nós e aos outros."

Jozilene Souza da Silva

"Para eu me manter longe das drogas e da violência, tenho que ouvir os conselhos de meus pais, ir todos os dias as aulas; e as aulas do Proerd foi fundamental para isso.Em relação ao Proerd, eu me sinto muito mais longe das drogas, do que eu já era.
O que eu aprendi no Proerd é que se eu usar drogas vou ter muitas doenças, irá prejudicar muito e eu irei me viciar com as drogas.
Essa decisão de se manter longe das drogas é muito importante para mim, ter um desenvolvimento melhor, ter um trabalho.
Obrigada Professora Verônica, gostei muito da senhora. Sua presença foi fundamental não só para mim, mas para as outras pessoas. Beijos."

Jackson Oliveira Santos Júnior

"O Proerd ensina coisas que nos deixa a gente muito feliz. Ele [...] fala Fo cigarro, da maconha, da bebida, é muito bom."
Murilo Santos Neves

"Oi, meu nome é Luíza e vou falar o que aprendi com Verônica. Eu aprendi que o cigarro, o álcool, só faz mal..."
Luíza Maria Jesus dos Santos

"Eu aprendi muitas coisas importantes e legais. Eu aprendi que o cigarro e a bebida causam problemas no futuro, e as drogas causa muitas doenças."
Laís Santos Neves

"O Proerd é bom, ensina coisas que devemos e não devemos fazer, não beber por que faz mal a saúde, não fumar e nem ser ladrão. Com o Proerd nós podemos dizer não as drogas e continuar na presença de Deus o nosso único Salvador.
A professora do Proerd nos alertou que as drogas matam e também não devemos fumar drogas e minha decisão certa é não fumar drogas e me afastar das pessoas que fumam drogas. [...] escolher amizades conhecendo seu comportamento [...]. Se não falar, nem conversar com aquelas pessoas que fumam ou bebem , nós teremos uma boa saúde e não ficamos bêbados nem drogados."
Jaqueline Andrade dos Reis.

Escola Odete Salma Medauar

Produção da 4ª Série/5º Ano Escola Odete Salma Medauar – Policiais Proerd Sd Verônica e Sd Cátia


Desculpe, ainda não temos produções.

4ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

4ª Série C

Desculpe, ainda não temos produções.

4ª Série D

Desculpe, ainda não temos produções.

Escola Estadual Barra de Itaipé

Produção da 4ª Série/5º Ano Escola Estadual Barra de Itaipé – Policiais Proerd Sd Verônica e Sd Cátia

4ª Série A


Desculpe, ainda não temos produções.

4ª Série B

Desculpe, ainda não temos produções.

Escola Municipal Temístocles Andrade

Produção da 4ª Série/5º Ano Escola Municipal Temístocles Andrade – Policial Proerd Sd Cátia

4ª Série A


Desculpe, ainda não temos produções.

Escola Pinóquio

Produção da 4ª Série/5º Ano Escola Pinóquio – Policial Proerd Sd Cátia
4ª Série A

Desculpe, ainda não temos produções.

Escola M. Marianne Éckes

Produção da 4ª Série/5º Ano Escola M. Marianne Éckes – Policial Proerd Ten Edgar

4ª Série A

Desculpe, ainda não temos produções.

Centro Comunitário do Iguape

Produção da 4ª Série/5º Ano Centro Comunitário do Iguape– Policial Proerd Ten Edgar

4ª Série A



Desculpe ainda não temos produção.

4ª Série B

Desculpe ainda não temos produção.

Perguntas e Respostas
























ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS

1. Como as pessoas podem parar de beber e fumar sendo adultos ou crianças?
Parar de beber:
Primeiramente a pessoa precisa querer parar e depois procurar ajuda médica ou apoio de organizações como os Alcoólicos Anônimos, que ajudam os dependentes de bebidas a parar de beber.
“Alcoólicos Anônimos é uma irmandade de homens e mulheres que compartilham suas experiências, forças e esperanças, a fim de resolver seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo.” (site Oficial do AA)
Para ser admitido no AA, não precisa para taxa ou mensalidade. A única exigência é que o dependente manifeste o desejo de abandonar a bebida.
Os membros do AA são protegidos pelo anonimato, tendo suas identidades preservada e evitando projeção pessoal ou de terceiros.


Onde encontrar mais informações sobre o AA e o álcool.
http://www.alcoolicosanonimos.org.br/
http://www.orientacoesmedicas.com.br/sosalcoolismo.asp
http://www.alcoolismo.com.br/alcoolismo.htm
http://www.alcoolismo.com.br/drogas.htm

Parar de fumar: Os fumantes também precisam ter força de vontade para parar e caso necessário procurar orientação médica.
Decidido parar de fumar, o usuário do cigarro deve fazê-lo paulatinamente (diminuindo diariamente a quantidade de cigarro), pois o seu corpo já está dependente da nicotina e parando de uma só vez, ele pode sentir-se a abstinência e não resistindo a necessidade de fumar, pode não consegui parar de fumar.
No site http://www.comoparardefumar.com.br/parar.asp, é apresentado entre outras informações, os passos que um fumante deve seguir para parar de fumar. Primeiramente é orientado a identificar os motivos que o levou a fuma e se a dependência é:
- psicológica (fuma sem perceber, impulsiva e irrefletidamente. Fuma para responder estímulo externo),

- química (fuma para aliviar os efeitos dos sintomas da abstinência à nicotina), ou

- a falta de vontade para enfrentar o vício (ele acha impossível parar de fumar).
Assim, no site “Como parar de fumar”, é apresentado 6 passos para o fumante ativo pare de fumar. São eles:

“1) Admitir-se fumante; dispor-se a parar de fumar e estabelecer prazo (capítulos III e VII);

2) Através de exercícios mentais, adquirir novos hábitos para substituir os antigos que respondiam aos estímulos fumando;

3) Estudar os sistemas e aparelhos orgânicos, assim como os fatores psicológicos da observação;

4) Estabelecer o armistício de paz condicional, cumprir com o plano de ação individual e aplicar o programa contido neste Método Paulatino. (capítulos III, IX e X);

5) Não dar tanta importância ao contexto social, no qual você está inserido, a tal ponto de ter comportamentos, somente, para agradá-los. Demonstre o seu valor, pelo conteúdo da sua moral e da sua dignidade, pois, assim, você será aceito com maior respeito;

6) Fortalecer a sua vontade de tomar a decisão final de parar de fumar, no momento apropriado.”

(texto do site Para parar de fumar, de responsabilidade de José Carlos D'Ângelo, acessado em 10 nov 2008, às 16:32h).

Alguns site sobre o assunto:
http://www.comoparardefumar.com.br/parar.asp
http://www.deixardefumar.com.br/



2. As drogas podem causas os mesmos problemas que o cigarro?

Todas as drogas causam algum tipo de reação no organismo, umas mais graves e outras menos. Se tratando da maconha ela possui 50 a 70% mais substâncias químicas cancerígenas do que o cigarro que tem mais de 4700 substâncias químicas na fumaça sendo delas 60 cancerígenas. As outras drogas ilícitas como maconha, cocaína, craque, LSD, ecstasy entre outras podem matar muito mais rápida do que o cigarro. E todas provocam danos ao cérebro e nosso corpo. Inclusive algumas delas podem matar na primeira vez de uso, como os inalantes.
No site http://www.pime.org.br/missaojovem/mjeducvicio.htm, tem um depoimento muito interessante de um ex-fumante com o titulo de “Confissões de um viciado arrependido” texto atribuído ao médico Drauzio Varella. Vale à pena ler.

3. O que acontece com aquela pessoa que está grávida e fuma?
Fumar durante a gravidez traz sérios riscos entre eles: abortos espontâneos, nascimentos prematuros, bebês de baixo peso, mortes fetais e de recém-nascidos, complicações com a placenta e episódios de hemorragia (sangramento) ocorrem mais freqüentemente quando a mulher grávida fuma.
Além disso, essas mulheres que fumam apresenta mais complicações durante o . Mesmo as que não fumam podem ter problemas se vive com fumantes, ou se fica em ambientes que tem fumante. Pois a fumaça causa danos a saúde.
Mais informações sobre o cigarro na gravidez:
http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=499

4. Minha mãe é fumante e quando eu sinto o cheiro de cigarro o meu nariz tampa e eu fico tonta. Eu posso estar correndo riscos?
Ela está colocando em risco a própria saúde, a sua, e a de todos que moram na mesma casa e respiram a fumaça do cigarro. Pois a fumaça do cigarro possui mais de 4.700 substâncias químicas cancerígena. Entre tantos problemas que o cigarro pode causar, ele também atrapalha o desenvolvimento do corpo.


5. O álcool deixa o cérebro e o corpo lentos?

Sim. O álcool além de deixar o cérebro e o corpo. Exemplos disso é a perda da concentração, reflexos mais lentos, lapsos de memória, perda do auto controle, perda da coordenação motora, etc.










Perguntas II

Relativo a 2009

sábado, 1 de novembro de 2008